A Aparição de Maio

Logo na sua primeira aparição, a Senhora do Rosário dá-nos a entender que a Mensagem de Fátima é simplesmente um eco do Evangelho de Jesus. Nada acrescentando à mensagem evangélica, Fátima limita-se a recordar aos homens e mulheres do nosso tempo que cada um é convidado ao seguimento de Cristo na Igreja, tendo Maria por Mestra no discipulado.

senhora_rosárioAssim, é a Mãe de Jesus que lança aos Pastorinhos – e a nós! – a seguinte proposta: “Quereis oferecer-vos a Deus para suportar todos os sofrimentos que Ele quiser enviar-vos, em acto de reparação pelos pecados com que Ele é ofendido e de súplica pela conversão dos pecadores?”. De facto, este desafio que a Senhora mais brilhante que o sol nos apresenta, apenas adquire sentido na sua vinculação às palavras de Jesus na Última Ceia: “Dei-vos o exemplo para que, assim como Eu fiz, vós façais também” (Jo 13, 15).

Aderindo livremente ao convite de Maria, seguros de que a graça de Deus será o nosso conforto, assumimos, portanto, o nobre compromisso de seguir os passos de Jesus, o Mestre por excelência, que ofereceu a sua vida pela Redenção da Humanidade num acto ímpar de amor e reparação.

Deste modo, compreende-se a insistência da Mãe de Deus ao longo de todas as aparições em Fátima, para que rezemos o terço todos os dias. Efectivamente, esta oração, caracterizada pela sua fisionomia mariana é, contudo, no seu âmago uma oração cristológica, isto é, uma oração cujo centro é a meditação de todos os mistérios da vida de Cristo. Com Maria, mediante a oração diária do Rosário, é como se abríssemos a Escritura para fazer memória das palavras e acções de Jesus, para melhor O seguirmos, para nos configurar mais com Ele e imitá-l’O mais fielmente no amor.

“Quereis oferecer-vos?” é a questão que agora ressoa no nosso coração. Qual é a nossa resposta? O terço é reflexo da adesão ao compromisso de ser discípulo de Jesus; é uma concretização da resposta afirmativa dada quotidianamente à Virgem Maria, prolongação da oferta dos Pastorinhos e, em última instância, continuação do Mistério Pascal de Jesus na nossa história pessoal.

Ir. Ana Faria

Aliança de Santa Maria

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s